Cidade Antiga de Hoi An à noite

Da Nang, Vietnã (Hoi An)

 

A província de Da Nang compreende pontes iluminadas, montanhas com templos, arrozais e a Cidade Antiga de Hoi An. Este belo patrimônio da UNESCO é formado por construções históricas e uma das cervejas mais baratas do mundo.

Da Nang

Em Hanói, nosso grupo de 8 brasileiros voou com a low cost Vietjet Air até a província de Da Nang por somente 409 mil dongs (~57,5 reais!) por pessoa. Pelo preço, não tivemos do que reclamar.

Já o caminho até a hospedagem foi complicado. O lugar em que ficamos havia acabado de mudar de endereço, e nessa confusão o safado do taxista me roubou dinheiro, dizendo que eu não tinha pagado, quando na verdade ele tinha sacado a grana da minha mão; fiquei sabendo depois que não fui caso único, então fiquem atentos a isso.

Ficamos no Hachi Hostel de 127 mil dongs, localizado numa casa bacana. Praticamente só dormimos lá, pois logo fomos até a orla do Rio Han para ver as pontes iluminadas. No caminho havia um monte de despachos no chão e ratos pelas ruas.

Ponto iluminada sobre o Rio Han em Da Nang

Conseguimos avistar a primeira, mas à meia noite em ponto, no exato momento em que chegamos na famosa Dragon Bridge (Ponte do Dragão), as luzes se apagaram. Tivemos que voltar outro dia, mas sem conseguir obter uma foto à altura, devido ao horário.

Ponte do dragão em Da Nang

Achar comida decente aquela hora também foi bem difícil, então acabamos num mercadinho coreano.

Pegamos um transfer na manhã até Hoi An com uma parada em uma das Marble Mountains (Ngũ Hành Sơn), ao custo de 100 mil dongs por pessoa.

Um elevador leva os preguiçosos direto ao topo do monte, mas a vista de cima não é tão boa assim.

Mirante das Marble Mountains em Da Nang

Uma hora foi pouco para subi-la a pé e visitar suas cavernas e templos. É necessário pagar uma pequena taxa de entrada e ela é bastante visitada.

Templo nas Marble Mountains em Da Nang

Hoi An

Chegando em Hoi An, considerada por muitos a cidade mais bonita do Sudeste Asiático (não por mim, sou mais Singapura), ficamos no Horizon Homestay, onde ficamos com 2 quartos só para nós, pagando 132,5 mil dongs por cada pessoa e noite. O lugar é decente, mas o melhor é que havia bicicletas para todos e de graça!

Isso foi ótimo, pois o albergue fica a poucos km das atrações da cidade. Aproveitamos para pedalar primeiro por dentro dos verdejantes arrozais que cercam os rios que cortam Hoi An.

Andando de bicicleta nos arrozais de Hoi An

Depois continuamos até a praia de Hoi An, com vários resorts, mas um pouco sem graça.

Praia de Hoi An

Almoçamos e fizemos câmbio no pequeno restaurante Mót, no centro da cidade. Ali provamos o prato mais típico da região, chamado cao lau. A deliciosa e barata (30 mil dongs) refeição é servida em uma tigela com macarrão, porco, vegetais verdes e tempero.

Cao Lau no Restaurante Mót na Cidade Antiga de Hoi An

Depois, assistimos um espetáculo teatral de fantoches dançando na água, o Water Puppet Show, por 80 mil dongs. Durou uns 45 min, tendo a apresentação de várias histórias de lendas e cotidiano vietnamita. De fato, é uma tradição exclusivamente do Vietnã, que se originou por volta do século 11 nos arrozais alagados dos vilarejos.

Teatro de fantoches aquático vietnamita em Hoi An

Já à noite, conhecemos a pé a Cidade Antiga de Hoi An, patrimônio histórico da UNESCO. As construções do século 15 a 19 preservadas da cidade portuária ao redor do Rio Song Thu Bon ficam com lanternas iluminadas, num cenário muito bonito. Se o rio não fosse sujo de esgoto e lixo seria ainda melhor.

Cidade Antiga de Hoi An à noite

Um dos pontos mais visitados é a Chùa Cầu, a ponte coberta japonesa.

Ponte coberta japonesa em Hoi An

Nas construções ao redor há uma infinidade de souvenires e comidas. O melhor de tudo é a cerveja mais barata que já vi na vida, e olha que já tomei cerveja em cada canto do mundo. Por 4 mil dongs (algo como 57 centavos de real!) tomamos vários canecos no bar e restaurante Chips & Fish, à beira do rio.

Cerveja mais barata do mundo em Hoi An

Voltamos ao centrinho de Hoi An no outro dia, zanzando aleatoriamente por suas ruelas lotadas de construções históricas convertidas em comércio e as tradicionais lanternas.Rua das lanternas na Cidade Antiga de Hoi An

 

Enquanto alguns comiam, outros faziam mais compras. E olha que lembranças diferentes não faltavam.

Loja de souvenires em Hoi An

Só faltou visitarmos os museus da cidade, mas não estávamos muito afim. O transfer na van ao aeroporto nos custou 550 mil dongs, onde voaríamos a Ho Chi Minh City pela Vietjet Air novamente por 409 mil dongs.

Apenas dormimos lá, pegando um ônibus na manhã para o Camboja.

Mapa dos pontos de interesse de Da Nang

.

.

Um comentário sobre “Da Nang, Vietnã (Hoi An)

Deixe um comentário