Maldonado, Uruguai

Maldonado, Uruguai

 

 

Piriápolis

 

No fim de dezembro de 2004, por meio de uma excursão eu e meus pais seguimos de Montevidéu em direção leste pelo litoral, adentrando o departamento (estado) de Maldonado. A primeira parada foi em Piriápolis, cujo nome deriva não de “cidade do fogo”, como os radicais greco-latinos indicam, mas do nome do fundador, o Dr. Francisco Piria. A residência dele na cidade, o Castillo de Piria, hoje em dia é um museu.

Subimos o morro, que também pode ser acessado com as aerosillas (teleférico), para ver a vista da pequena cidade. Nesse ponto já é notável a diferença na qualidade da água em relação à Montevidéu, apesar de haver um porto próximo.

 
piriapolis morro
 

Punta Ballena

 

Em sequência, chegando à península de Punta Ballena alguns quilômetros depois, visitamos a Casapueblo. O exótico conjunto que era a antiga casa do artista e arquiteto uruguaio Carlos Páez Vilaró que faleceu em 2014, hoje abriga suas obras em uma exposição permanente, além de um hotel luxuoso e um café.

O principal atrativo é a arquitetura externa do complexo, que é dito que foi inspirado nas construções da costa de Santorini, na Grécia, e que foi modelada pelas próprias mãos do também escultor.

 
casapueblo hotel
 

No interior, dezenas de esculturas, textos e pinturas coloridas e alegres do pluriartista.

 
villaro quadros casapueblo
 

Punta del Este

 

Continuando o passeio, a última parada foi em Punta del Este, o badalado balneário uruguaio, muito frequentado por argentinos e até brasileiros. Detalhe para a entrada, a famosa ponte ondulada, que cruza o Arroyo Maldonado em La Barra. Obs: o modelo da foto não é uma versão mais jovem do Pepe Mujica, mas meu pai gauchão.

 
undulating bridge punta
 

Enfim, chegamos às belas praias e mansões semi-ocultas de Punta del Este, como a seguinte.

 
casa punta del este
 

Depois de uma relaxada na praia com temperaturas quase amenas, a viagem terminou passando por Punta Ballena e retornando à capital uruguaia, sem conhecermos o agito que toma conta da cidade quando a noite cai e o movimento nas lojas, restaurantes, bares e baladas aumenta.

 

.

.

Um comentário sobre “Maldonado, Uruguai

Deixe um comentário